Fenae e Contraf-CUT tratam de ameaças ao Saúde Caixa | Portal
02/08/18 04:59

Fenae e Contraf-CUT tratam de ameaças ao Saúde Caixa

Fabiana Matheus e Fabiana Uehara destacaram a importância dos trabalhadores intensificarem a mobilização em defesa dos planos de saúde

 

Durante 45 minutos, na noite desta terça-feira (31), as ameaças ao Saúde Caixa foram o tema do Facebook Live realizado pela Fenae. Fabiana Matheus, diretora de Saúde e Previdência da Federação, e Fabiana Uehara, diretora da Contraf-CUT e integrante da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa), falaram sobre a retirada de direitos pretendida pelo governo e responderam perguntas enviadas pelos expectadores.

Logo no início da transmissão, Fabiana Matheus observou que é preciso olhar a conjuntura como um todo. “Hoje a gente tem visto que nosso país está sob ataque, nossas empresas públicas, você vê a Caixa sendo constantemente ameaçada. E é óbvio que isso se desdobra na tentativa de retirada dos nossos direitos. E o Saúde Caixa é um os maiores e mais importantes direitos que a gente tem construído nos últimos anos, resultado de muita luta”, disse.

Já Fabiana Uehara relatou que as negociações com a direção da Caixa durante a Campanha Nacional de 2018 ainda não avançaram. “Na última quinta-feira, a gente teve uma rodada específica sobre Saúde Caixa. Infelizmente, o que foi colocado é que o banco aplica a CGPAR 23. A gente tem que mobilizar todos os trabalhadores de empresas públicas da importância dessas conquistas e trabalhar em conjunto para derrubar as duas resoluções”, frisou.

As diretoras explicaram que duas principais medidas afetam o plano de saúde: as resoluções nº 22 e 23, da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR), que determinam que empresas estatais reduzam despesas com a assistência à saúde dos trabalhadores; e a mudança no Estatuto da Caixa que limitou a 6,5% da folha de pagamento a participação no custeio do Saúde Caixa.

Questionadas sobre como os trabalhadores podem se mobilizar, Fabiana Matheus e Fabiana Uehara destacaram a importância de apoiar o PDC 956/2018, de autoria da deputada federal Erika Kokay (PT-DF), que susta os efeitos das resoluções da CGPAR. “E a gente tem uma audiência pública pedida para que a gente possa fazer esse debate com os parlamentares e conseguir o apoio deles”, acrescentou Fabiana Matheus. Segundo a diretora da Fenae, a expectativa é de que a audiência ocorra ainda neste mês de agosto.

Outra questão importante diz respeito às eleições deste ano. “Mais do que nunca, é preciso ter consciência no voto. Dentro desse cenário, a gente tem que eleger um Congresso progressista, que tenha compromisso com a luta dos trabalhadores, com a sociedade, não com o bolso deles”, advertiu Fabiana Uehara. Fabiana Matheus completou: “vamos continuar mobilizados, fazer o enfrentamento, e tenho plena convicção de que sairemos vitoriosos dessa batalha”.

Assista à íntegra do Facebook Live.
Confira a cartilha da campanha “Saúde Caixa: eu defendo”.
Assista ao vídeo produzido pela Apcef/SP.

Fonte: Fenae

  

Compartilhe